“Sua noite escura pode ser um rito de passagem. Pode ser uma oportunidade de dar uma guinada significativa em sua vida. Não é fácil fazer essas mudanças, principalmente porque elas exigem que você entre no desconhecido. Talvez você precise cavar fundo em seus recursos – suas experiências passadas, seu aprendizado, as qualidades pessoais que você já desenvolveu – então a noite escura o faz ir a fundo.” Thomas Moore, Dark Nights of the Soul: um guia para encontrar seu caminho através das provações da vida.

Eu tenho a sensação de que nos últimos meses estamos passando coletivamente por uma ‘noite escura da alma’. Nós estamos sendo chamados a fazer uma pausa (ou devo dizer que fomos forçados a fazer uma pausa) e olhar ao nosso redor e dentro de nós mesmos. Estamos sendo chamados a redirecionar e/ou reinventar nossas vidas em muitos níveis – mental, emocional, físico, espiritual, financeiro e ambiental.

Para mim, pessoalmente, está sendo um momento de profunda revisão, reflexão e contemplação. Eu decidi usar este grande empurrão do universo como uma oportunidade para redirecionar a minha vida para o meu ‘verdadeiro norte’, embora eu ainda não tenha certeza para onde estou caminhando (eu senti o empurrão, mas ainda não consigo ver totalmente a estrada à minha frente).

Eu vejo a ‘noite escura da alma’ como este lugar/ tempo intermediário. Nós deixamos o nosso lugar ou o nosso eu seguro e confortável (por escolha, acaso ou força) e ainda não chegamos totalmente à nova paisagem interna ou externa. Podemos nos sentir vazios, com medo, inseguros, incertos, duvidosos e muito vulneráveis. Também podemos às vezes sentir muita tristeza e dor emocional/ mental. É como se estivéssemos suspensos no ar, sem saber quando, onde e como vamos pousar.

Um dos remédios que eu utilizo para me sustentar nessas noites escuras da alma é a Oração. Recentemente, eu encontrei uma bela oração que realmente revelou como me sinto neste momento, escrita por Sue Monk Kidd em seu livro When the Heart Waits, e gostaria de compartilhá-la com vocês (uma nota sobre a palavra Deus: sinta-se à vontade para substituí-la por qualquer outra palavra que tenha mais significado para você – Universo, Fonte, Força Vital, Consciência Amorosa, Espírito, Fluxo, Mãe Natureza, Deusa, etc).

     “Deus, eu não quero viver falsamente, em prisões auto-impostas e padrões fixos e confortáveis ​​que limitam minha alma e diminuem a verdade em mim. Muito de mim foi para o subterrâneo. Eu quero deixar minha alma escapar. Eu quero ser livre para arriscar o que é verdade, para ser eu mesma. Liberte a ousadia em mim – a vontade de ir para dentro, de ver as mentiras sobre mim mesma. Eu tentarei fugir, mas não deixe. Não me deixe sufocar com a prudência que restringe a revisão criativa da vida e a jornada em direção à totalidade.

     Eu estou com medo, Deus. Faça-me corajosa. Conduza-me aos enormes espaços do tornar-se. Ajude-me a cessar o pequeno e tedioso trabalho de manutenção e proteção para que eu possa quebrar as máscaras que obscurecem o brilho do seu rosto na noite de minha própria alma. Ajude-me a desenvolver a minha alma e arriscar tornar-me a pessoa que você me criou para ser.

     Amanhã posso me arrepender dessas palavras, mas esta noite eu as falo, pois sei que você está em algum lugar dentro delas, que me ama e não me deixará sozinha em seus ecos”.

Que assim seja!

Com amor,

Cris



One thought on “Oração da Noite Escura da Alma

  1. Pridcila says:

    Muito linda e verdadeira está oração magrela!

    Bjs fiquem com Deus!😊🙏

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.